Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

BIBLIOTECAS PREPARADAS PARA DEFICIENTES VISUAIS E AUDITIVOS

A Biblioteca Central da PUCPR criou o Laboratório de Acessibilidade, uma sala de recursos que tem 6 computadores, todos com os softwares sintetizadores de voz DOSVOX, NVDA e Jaws e ainda com os softwares BR Braille, que faz a transcrição do braille para a escrita convencional; o Braille Fácil que faz a transcrição do convencional para o braille; Magic, aumenta os caracteres, para leitores de baixa visão.
Há 2 funcionários da Biblioteca que fizeram o Curso de Libras (Básico), para comunicar-se com os deficientes auditivos e quanto aos deficientes físicos, os funcionários do Laboratório pegam os materiais no acervo, uma vez que os mesmos, sobretudo os cadeirantes, não têm acesso às estantes.

Centro Universitário feevale
O sistema de Bibliotecas da Feevale desenvolveu as seguintes ações visando a promoção da acessibilidade:
·Acessibilidade arquitetônica: rampas, elevadores, banheiros adaptados ao cadeirante e possibilidade do mesmo transitar entre as estantes da biblioteca;
.Softwares para deficientes visuais e/ou baixa visão: Dosvox e Virtual Vision;
·Gerenciamento eletrônico de documentos (GED): possibilita acesso à informação a partir de textos eletrônicos livres(respeitando os direitos autorais) escaneados e/ou digitados podendo ser ouvidos nos referidos softwares;
·Recursos humanos capacitados para orientação básica aos usuários na utilização dos referidos softwares, bem como habilitação na comunicação através da Linguagem de Sinais (LIBRAS);
·Acervo no formato braile, audiolivros e sobre Linguagem de Sinais(LIBRAS);
·Parceria com Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual(CAP-RS), visando disponibilizar acervo em formato braile de conteúdo curricular institucional;
·Parceria com a Rede de Articulação Gaúcha de Entidades(REAGE) na disponibilização para essa comunidade de áudiolivros de literatura em mp3;
·Parcerias com a Fundação Dorina Nowill para Cegos, Instituto Benjamin Constant e APADEV, no acesso, através de doações, de materiais informacionais em braile;
·Aparelho para cd com mp3 e fone de ouvido;
·Lupas para facilitar a leitura de pessoas com baixa visão;
·Recursos humanos capacitados para orientação aos usuários na utilização dos softwares

Nenhum comentário:

Postar um comentário